Insurtech da MAG oferece seguro ‘liga e desliga’

Por meio dele, as coberturas podem ser ativadas e desativadas a qualquer tempo

A Simple2u, insurtech do grupo MAG (ex-Mongeral Aegon), vai iniciar suas operações por meio do “sandbox” da Superintendência de Seguros Privados (Susep), com expectativa de chegar a 50 mil clientes em dois anos. O portfolio de seguros seguirá o modelo “on demand”, também conhecido como “liga e desliga”. Por meio dele, as coberturas podem ser ativadas e desativadas a qualquer tempo.

O objetivo é permitir que as proteções estejam conectadas  às rotinas de trabalho ou lazer dos segurados, conta o diretor responsável pela startup, Leonardo Lourenço. A nova seguradora é parte da estratégia do grupo de iniciar sua expansão para além de produtos de vida e previdência.

O público-alvo são os millennials, gera o que normalmente não se identifica com uma cobertura de seguros tradicional. Com a autorização permanente e ampliação do portfólio de produtos, o plano é obter uma receita superior a R$ 150 milhões no quinto ano de operação.

A empresa foi selecionada há  quase dois anos, na primeira edição do sandbox – projeto que cria um ambiente experimental constituído com condições especiais para que as empresas selecionadas ofereçam novas tecnologias ou processos inovadores. Desde que a modalidade “liga e desliga” foi habilitada no Brasil, esteve conectada a seguros de automóveis. Na Simple2u, as coberturas ser o voltadas a acidentes e perdas relativas a residências.

O seguro contra acidentes pessoais pode ser ativado por intervalos de uma hora até 30 dias, durante um trajeto ou calendário pré determinado, como o horário de trabalho, uma atividade de lazer ou viagem. A Simple2u mira, por exemplo, profissionais informais ou pessoas com alta mobilidade. No caso da cobertura residencial, poder ser encontrada por temporada ou por assinatura mensal. A empresa trabalha para fechar parcerias ou plataformas de hospedagem e plataformas que conectam profissionais a clientes.

O consumidor também contará com uma carteira digital de seguros. Os valores serão descontados à medida em que a cobertura for utilizada. E permitirá a ativação de diferentes produtos, de acordo com a sua vontade, com previsão de devolução do dinheiro não utilizado.

Por Juliana Schincariol para o Valor

Quer uma dica?

A segunda turma do curso de Insurtech e Inovação em Seguros em 8 aulas vai começar no dia 16 de agosto. Saiba mais clicando aqui ou acessando https://cursos.insurtechbrasil.com

ARTIGOS SIMILARES

Advertisment

POPULARES