Zappts lança primeira solução Open Insurance do Brasil

Produto é desenvolvido para que as seguradoras possam se adequar à fase 2 do Open Insurance, etapa de consentimento de dados dos clientes

A Zappts, empresa de tecnologia que busca desenvolver soluções digitais para grandes marcas, anuncia a primeira solução Open Insurance do Brasil. O lançamento é tido como o primeiro passo para que as seguradoras consigam se adaptar ao processo de transição exigido pela nova regulamentação, de forma rápida e segura, e estejam prontas para atender os seus clientes dentro do prazo estabelecido.

O produto Open Insurance da Zappts é focado na jornada de experiência digital do usuário para que as seguradoras possam coletar o consentimento dos clientes quanto ao compartilhamento de dados. Ou seja, é um produto que, a partir da experiência e jornada digital, feita através de um aplicativo web responsivo e customizável, permite o encurtamento da jornada de adequação das seguradoras no Open Insurance. 

Rafael Tiba, CEO da Zappts, explica que produto foi desenvolvido especialmente para atender o normativo N° 415/2021 da Susep CNSP, que trata exclusivamente do Open Insurance: “Estudamos o normativo e experiências do Open Banking para trazer uma solução que permite que toda a jornada de consentimento de compartilhamento de dados seja feita de maneira legal, proporcionando ao usuário final uma experiência simples e fácil de usar”, comenta.

A chegada do Open Insurance promete transformar o mercado de seguros no Brasil. Dividida em três fases, o setor já começou a se adequar às mudanças presentes e futuras, sendo a principal mudança contida no novo Sistema de Seguros Aberto, que permite aos consumidores a possibilidade de compartilharem suas informações com diferentes empresas autorizadas pela Susep.

A partir do lançamento, o usuário final pode, a qualquer momento, editar de maneira simples quais são os dados compartilhados com as seguradoras, trazendo assim praticidade e transparência na relação seguro-segurado.

Além disso, a solução da Zappts também está 100% alinhada às novas demandas propostas na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e no Manual de Identidade Visual desenvolvido pela SUSEP, órgão regulador do setor de seguros.

“Largada” com o primeiro produto Open Insurance do Brasil 

Até o momento, a Zappts é a única empresa do país a se manifestar com um produto pronto para esse tema. Qualquer seguradora já pode verificá-lo, inclusive, solicitar o seu uso imediato.

Rafael Tiba reconhece que, provavelmente, outras empresas possam desenvolver produtos similares nos próximos meses, porém acredita que a Zappts possui uma equipe qualificada para tratar do assunto: “Devemos observar outros players apresentando soluções muito próximas a nossa, até porque somos os primeiros a lançar isso no mercado, é natural, mas dificilmente terão todo o know-how do setor que nós temos e os desafios do open insurance que aprendemos a como superar”, ressalta.

O produto segue, desde o princípio, as diretrizes de usabilidade que garantem que os clientes das seguradoras tenham uma boa experiência na plataforma, assim como as seguradoras consigam rapidamente se adequar à legislação .

Construção e investimentos no produto Open Insurance

A motivação da Zappts ao criar o seu próprio produto Open Insurance foi propiciar aos clientes, uma solução prática e de rápida implementação da legislação, de modo que eles pudessem cumprir os prazos da regulamentação, garantindo que seus usuários tivessem a melhor experiência digital com o compartilhamento de dados. 

Rafael Tiba comenta que, por conta da empresa ter em seu portfólio clientes do setor de seguros, e precisarem constantemente estudar sobre os “opens” (banking, insurance, health, etc) foi possível desenvolver o produto Open Insurance em pouco tempo.

Segundo o CEO, o desenvolvimento do produto Open Insurance foi feito em quatro etapas:

  1. Estudo do tema (pesquisas nacionais e internacionais, alinhamentos atrelados reuniões com a SUSEP para desenvolver o produto mais adequado;
  2. Mapeamento da jornada do usuário no sistema “open”;
  3. Desenho da solução da experiência do usuário;
  4. Desenvolvimento e testes do produto, feito em apenas dois meses.

Fases do Open Insurance

I – Open Data

A primeira fase, que teve início em 15 de dezembro de 2021 e se estende até 30 de junho de 2022, inicia o compartilhamento de dados públicos das seguradoras, como canais de atendimento e produtos disponíveis para seus clientes.

II – Compartilhamento de dados pessoais

A segunda fase, que tem início em setembro deste ano e vai até junho de 2023, consiste no compartilhamento de dados pessoais por parte dos clientes, como: cadastro de usuários, movimentação dos clientes em relação ao produto e os registros de dispositivos eletrônicos. 

III – Serviços

Por fim, a terceira fase que terá início em dezembro de 2022 e será finalizada em junho de 2023, tornará efetivados os serviços do Open Insurance, como acesso às modificações necessárias, resgate, portabilidade, aviso de sinistro, entre outros.

Quer uma dica?

A segunda turma do curso de Insurtech e Inovação em Seguros em 8 aulas vai começar no dia 16 de agosto. Saiba mais clicando aqui ou acessando https://cursos.insurtechbrasil.com

ARTIGOS SIMILARES

Advertisment

POPULARES