Home Blog Page 25

Zurich lidera rodada de investimentos Série B para insurtech de cyber seguro

(CNW Group/BOXX Insurance)

A BOXX Insurance, insurtech de cyber seguro com sede em Toronto, anunciou uma rodada de financiamento série B de US$ 14,4 milhões, elevando o montante total arrecadado dos investidores para US$ 24,5 milhões nos últimos 16 meses. O último investimento foi liderado pela gigante global, Zurich Insurance Company Ltd (Zurich).

A startup também anunciou hoje que seu negócio atingiu sua meta combinada de crescer 10x nos últimos 24 meses, ao mesmo tempo em que continuava a superar suas metas de subscrição. Mais de 250 mil indivíduos e 10 mil empresas são protegidos pela BOXX.

“Nossa meta sempre foi ajudar nossos clientes a se manterem à frente das ameaças cibernéticas, além de estar lá para ajudá-los a reagir e se recuperar de um incidente”, disse o co-fundador e CEO da BOXX, Vishal Kundi. “Temos feito muitos progressos com esse objetivo e com a expansão adicional da categoria.”

Insurtech em expansão

Em outubro, a BOXX adquiriu a plataforma de segurança cibernética Templarbit e iniciou a integração de seu software de inteligência de ameaças em seu conjunto de produtos e estrutura de subscrição.

No decorrer de 2022, a empresa lançou seu Hackbusters Incident Response, serviço CISO virtual para empresas, uma nova solução de aplicativo móvel para consumidores, além de testar uma série de novas iniciativas baseadas em segurança.

“Não estamos vendo apenas mais de nossos clientes de seguros cibernéticos existentes adicionando nossos produtos de segurança, mas também vendo novos clientes sendo atraídos por nossos mais recentes produtos e serviços de segurança”, disse Kundi.

Abordando desafios complexos com simplicidade

Para o CEO da Zurich Global Ventures, Jack Howell, a BOXX está enfrentando um desafio global complexo com simplicidade. “Vimos como é difícil construir soluções de seguros cibernéticos para os segmentos de pequenas empresas e consumidores: é caro e requer profunda experiência técnica para se manter à frente.”

Para Howell, A BOXX aborda estes desafios de forma inequívoca, acessível e com um entendimento genuíno do que os clientes e seus assessores de risco precisam. Ajudar os clientes com soluções digitais inovadoras e incorporá-las na jornada do cliente é fundamental.”

Como transformar despesas desagradáveis em boas experiências

Achille Traore, CEO da White Label Loyalty, escreveu um artigo para a Insurtech Digital com ideias sobre como empresas podem transformar despesas chatas (mas necessárias) em experiências gratificantes. Confira abaixo essas dicas valiosas.

Algumas compras, tais como seguros, assistência médica ou outras despesas obrigatórias, podem parecer um mal necessário. Sabemos que temos que comprá-las, mas elas não são exatamente as coisas mais empolgantes ou satisfatórias para se gastar nosso tão suado dinheiro. Mas, e se houvesse uma maneira de transformar despesas frustrantes em experiências valiosas?

Como fazer despesas desagradáveis se tornarem valiosas

Os programas de recompensas estão se tornando cada vez mais populares como uma forma de incentivar os clientes. E embora recompensas como descontos ou vantagens possam parecer pequenas, elas podem realmente ter um grande impacto na forma como os clientes veem uma compra — particularmente aquelas com as quais não estão tão entusiasmados.

Tomemos o exemplo dos serviços financeiros. Muitos bancos e provedores de cartões de crédito oferecem vantagens como descontos aos clientes que utilizam seus produtos e serviços. Tais recompensas proporcionam um valor tangível, transformando uma despesa necessária como pagar contas em uma oportunidade de ganhar algo em troca.

Um exemplo de programa de Recompensas de Serviços Financeiros: Wesleyan

A Wesleyan Assurance Society é uma empresa que ajuda profissionais como médicos, dentistas, professores e advogados com suas finanças. Ela queria aumentar o engajamento e retenção de clientes, dando a eles mais valor a partir de suas filiações.

A empresa criou o esquema Wesleyan Wallet cashback, que permite aos clientes ganhar dinheiro em varejistas selecionados usando links de cartão e afiliados. O projeto envolveu um aplicativo mobile de fidelidade chamado Wesleyan Wallet. No app, os usuários são solicitados a conectar seu cartão e usar links de afiliados para ganhar cashback enquanto gastam em varejistas parceiros. Eles podem então usar o cashback para fazer compras ‘grátis’.

A iniciativa teve o apoio de um micro-site de recompensas — uma solução integrada que oferece recompensas aprimoradas para clientes de alto valor. Os clientes escolhem um vale-compras a cada ano para recuperar parte do dinheiro gasto em sua adesão, tornando o serviço da Wesleyan mais valioso que o de seus concorrentes.

Um grande potencial para o setor de seguros

As recompensas também são uma grande oportunidade para as companhias de seguros. Quando os provedores de seguros oferecem incentivos, os clientes conseguem transformar uma despesa potencialmente desagradável (como o seguro de vida) em uma oportunidade de economizar dinheiro ou desfrutar de benefícios adicionais.

Tomemos, por exemplo, um indivíduo que procura uma nova apólice de seguro residencial. Eles sabem que precisam dela, mas a ideia de fazer compras e pagar por ela não é a mais empolgante. Entretanto, se eles encontrarem um provedor de seguros que ofereça recompensas no momento da aquisição, isso pode mudar completamente a experiência de compra.

Diferenciais como milhas para viajar ou descontos em compras é uma forma de tornar a compra de um seguro mais interessante

Imagine poder ganhar pontos ou vantagens cada vez que fizer um pagamento em sua apólice de seguro. Estes pontos podem então ser resgatados para coisas como descontos em compras futuras, ou mesmo experiências como viagens ou entretenimento. De repente, o ato de fazer um seguro se torna menos uma tarefa e mais uma oportunidade de obter algo de volta, ao mesmo tempo que reduz o custo.

O esquema de recompensa da Vitality Health é um grande exemplo. Para conseguir que seus clientes se sintam bem, a empresa criou um rico programa de recompensa que promove decisões de estilo de vida saudável e se baseia na economia comportamental.

Recompensas para membros de associação profissional

Algumas pessoas que têm qualificações profissionais devem pagar para mantê-las. Por exemplo, solicitadores, contadores, banqueiros, atuários financeiros e profissionais de RH, frequentemente têm que pagar uma taxa anual de filiação.

Isto é muitas vezes visto como uma compra insatisfatória e desnecessária — “Por que tenho que pagar uma taxa para ser reconhecido profissionalmente? Eu já tenho as qualificações e a experiência!” Como resultado disto, muitos órgãos profissionais começaram a fazer parcerias com fornecedores de recompensas para oferecer aos profissionais mais valor a partir de suas filiações.

Por exemplo, um auditor pode ter acesso a um seguro de indenização com desconto, passando por uma associação profissional. Esta é apenas uma das formas pelas quais os órgãos profissionais podem devolver algo aos seus membros em troca de seu dinheiro e lealdade.

Como se tornar a marca preferida

Os programas de recompensa também fornecem um ponto de diferenciação quando se trata de avaliar o valor da escolha de uma empresa em detrimento da outra. Ao comparar duas apólices de seguro diferentes, que oferecem pacotes e preços similares, mas em que uma delas oferece um programa de recompensas com benefícios adicionais, é provável que a empresa que oferece recompensas seja a escolhida, pois oferece algo que a outra empresa não faz. É moleza!

Mas os programas de recompensas não se limitam apenas aos setores de seguros e serviços financeiros. Eles podem ser encontrados em todos os tipos de indústrias, desde serviços públicos a bens de consumo rápido e varejo. Em todos os casos, as marcas que oferecem recompensas dão aos clientes uma camada extra de valor em suas compras.

Sobre o autor:
Achille Traore é CEO da White Label Loyalty, uma plataforma que oferece às empresas uma forma de engajar, entender e reter seus clientes. Ele é especializado em inovação digital, engajamento do cliente, estratégia digital, fidelidade e retenção, soluções de autoatendimento, publicidade, parcerias estratégicas, gestão, desenvolvimento de negócios e mais.

Experiência do cliente: 3 pontos fundamentais para o sucesso nos seguros

homem avaliando bem o atendimento

Escrito por Joe Emison, co-fundador e CTO da Branch

A pandemia levou a indústria dos seguros a passar por uma transformação digital numa velocidade sem precedentes, conforme os consumidores se adaptavam a uma experiência inteiramente digital.

Contudo, pesquisas com consumidores revelam que a satisfação do cliente continuam a mesma, isso se não decaiu. Ao mesmo tempo em que empresas estão mais equipadas que nunca para servir os clientes, o serviço ainda deixa a desejar, e a diferença entre quem saiu na frente e quem ficou para trás na experiência do consumidor está ficando cada vez mais aparente.

A saúde de uma empresa depende de seus clientes. Numa crise econômica, a experiência do consumidor se torna ainda mais importante. Os consumidores ainda vão exigir um atendimento ao cliente de qualidade, mesmo que uma empresa esteja enfrentando, nos bastidores, quedas na receita, cortes de orçamento e recursos limitados.

A chave para o sucesso é fundir operações com estratégias de experiência do cliente — e abordá-las como uma estratégia de longo prazo, e não como uma meta de curto prazo. A seguir, compartilho algumas lições fundamentais que considero crítico para as empresas implementarem a fim de melhorar as experiências do cliente num mundo digital.

Atenda o cliente onde ele estiver
Em primeiro lugar, é importante entender as preferências do cliente. Em um mundo cada vez mais digital, os canais que os clientes usam para se comunicar variam de pessoa para pessoa.
Num estudo recente sobre a ciência por trás de relacionamentos sólidos com os clientes, pesquisadores mostraram que diferentes grupos demográficos têm preferências variadas para se comunicar — especialmente entre diferentes gerações. Uma pessoa da Geração Z, por exemplo, tem três vezes mais chance de se comunicar com fornecedores via texto que pessoas de outras gerações.

Essas preferências importam quando se trata das tecnologias que uma empresa escolhe para entrar no mundo digital. Quando avaliamos nossa pilha de tecnologia na Branch, sabíamos que precisava de um jeito de nos comunicar com os clientes via SMS — que atinge um grupo demográfico crucial para nossa empresa. O SMS costumava ser um grande canal inexplorado para nós e gerou perguntas importantes como: “Onde mais os clientes estão tentando nos contatar sem sabermos? Como podemos gerenciar esses canais de forma que não sobrecarregue nossa equipe?”

Segundo estudos, a Geração Z tem 3 vezes mais chance de se comunicar com fornecedores via texto que outras gerações

Precisávamos renovar nossos fluxos de trabalho para conectar telefone, SMS, e-mail, e chats de aplicativo, para então atender nossos consumidores onde estivessem. Para fornecer uma experiência excepcional ao cliente, era necessário visualizar as mensagens recebidas, recuperar facilmente qualquer atendimento em qualquer canal, e capacitar nossas equipes para participar de qualquer conversa — tudo isso enquanto tínhamos um contexto atualizado do cliente para simplificar nossas respostas.

Vimos um aumento no engajamento e na felicidade do cliente quando personalizamos a experiência do cliente desta forma. A chave foi fornecer mais opções para os consumidores escolherem ao seu bel-prazer — ao mesmo tempo em que facilitávamos o contato com um atendente humano quando necessário.

A equipe importa
Uma perfeita experiência do cliente depende de operações simplificadas e da colaboração cruzada sem atrito entre os membros da equipe. Se houver silos de dados ou se as plataformas não puderem se integrar, pode haver grandes ineficiências devido a uma rede desarticulada de sistemas. Esse atrito pode causar atrasos e frustrar a equipe, levando a clientes insatisfeitos.

As empresas podem obter produtividade aumentando a eficiência operacional, e todos os funcionários devem se sentir capacitados para atender os clientes com o mínimo de obstáculos. Na era digital, a troca de mensagens é muito diferente de conversar por telefone ou se encontrar pessoalmente. Uma empresa deve ter a plataforma certa para atender às suas necessidades para dar conta dessa evolução na troca de mensagens.

Nossa equipe, por exemplo, usa o Front para garantir que a comunicação com o cliente seja rápida e eficiente. Isso levou a uma maior satisfação do cliente em todos os setores. Ao construir essa base, vimos um aumento de 40% na produtividade de nossa equipe de suporte, o que correspondeu à melhoria de nossas pontuações CSAT de 85% para mais de 90%.

Usar a plataforma certa para atender as necessidades do cliente pode aumentar a produtividade sem sobrecarregar a equipe

Existe a expectativa de que um bom atendimento é um atendimento rápido, o que pode ser alcançado quando toda a equipe se sente amparada com os recursos certos. O recurso adequado pode ajudar uma equipe a encaminhar mensagens rapidamente para os membros de suporte certos, levando a um suporte ao cliente mais eficiente.

Automatize para obter vantagem
Criamos nosso modelo de negócios para oferecer experiências excepcionais ao cliente com envolvimento de alta qualidade no que chamamos de “comunicações um-a-um de alto contato” (do inglês, high-touch one-to-one communications). E-mails, notificações de aplicativo e SMS são configurados para enviar mensagens automatizadas por meio de comunicações programáticas.

Ter essa opção inicial de autoatendimento ajuda a agilizar e organizar as mensagens com mais eficiência. Quando uma consulta se torna mais complexa, garantimos que o cliente possa mudar para um agente humano e entrar em uma conversa de alto nível de forma rápida e fácil.

Embora os autoresponders possam ajudar os usuários a entender suas opções, os clientes que pagam prêmios de apólice têm a expectativa de obter ajuda com sua apólice de seguro de forma individual e personalizada quando necessário.

Um exemplo recente é quando um cliente falou com um de nossos Especialistas de Atendimento ao Membro sobre sua nova política. O cliente tinha várias perguntas e precisava fazer todas de uma vez — e precisava de três especialistas diferentes para auxiliá-lo. A equipe conseguiu responder a todas as suas perguntas sobre cobertura e descontos usando a combinação certa de automação e interação humana. Isso gerou uma experiência do cliente que não apenas se moveu no ritmo do cliente, mas também manteve seu método preferido de comunicação por meio de serviços de chat.

A empresa deve estar pronta para atender de forma rápida e automática, mas também de forma individual e personalizada

Estando em uma indústria centrada no cliente, temos que atender e superar expectativas como essa. A automação como ponto de contato inicial prepara uma empresa para o sucesso.

Num mundo onde clientes e empresas têm mais interações digitais do que cara a cara, é fundamental atender a novas formas de comunicação diferenciada. Esses três princípios da boa experiência do cliente mantêm os clientes satisfeitos, conquistando e mantendo sua confiança e lealdade. Uma boa experiência do cliente não é apenas memorável, mas um forte motivo para os clientes voltarem — e naturalmente indicarem sua rede, levando a mais negócios.

Atender os clientes onde eles estão, entender seus objetivos e usar as ferramentas certas para manter as interações eficientes são essenciais para uma interação bem-sucedida com o cliente e, consequentemente, apoiar os esforços em torno da retenção do cliente. Com os ventos econômicos contrários de hoje, é crucial buscar experiências excepcionais para o cliente, e essas três lições podem garantir o sucesso.

Angle Health recebe investimento Série A de US$ 58 milhões

A operadora de seguros de saúde Angle Health levantou US$ 58 milhões em financiamentos de Série A liderados pela Portage, com participação da PruVen Capital, Wing Venture Capital, SixThirty Ventures, Mighty Capital, Wormhole Capital, Mindset Ventures, Crew Capital, Aloft VC, Pilot founder Waseem Daher, Blumberg Capital, Correlation Ventures, TSVC, e Y Combinator.

Lançada em 2021, a Angle Health é uma operadora de seguros de saúde que oferece benefícios de saúde sob medida para startups e empresas de tecnologia. Com sua “plataforma tecnológica integrada e habilitada para IA”, a startup oferece uma navegação digital de primeiros cuidados que inclui telemedicina, saúde comportamental e outras soluções digitais de saúde. A Angle tem atraído “dezenas de milhares” de membros desde seu lançamento.

Os planos de seguro saúde patrocinados pelo empregador da Angle no estado de Utah são oferecidos pela Angle Insurance Company of Utah. As apólices são resseguradas por uma seguradora com uma classificação de força financeira de A+ tanto da A.M. Best como da Standard & Poor’s. A startup também oferece soluções de seguro saúde patrocinadas pelo empregador em Ohio, Indiana, Missouri, Carolina do Sul, Arizona, Texas, Georgia, Florida, Carolina do Norte, Nevada, Colorado, Tennessee e Kentucky emitidas pela Benchmark Insurance Company, uma seguradora com classificação A.

De acordo com Ricky Lai, sócio da investidora Portage, a Angle Health traz uma solução customizável e totalmente digital para uma indústria dominada por planos de benefícios rígidos, subscrição opaca, custos de mudança difíceis e soluções de pontos em silos. “Assim como os inovadores como Kin e Lemonade fizeram para as linhas pessoais de seguro, a Angle Health tornou o seguro de saúde mais conveniente e acessível para empregadores e membros.”

Co-fundadores da Angle Health: Anirban Gangopadhyay (esq.) e Ty Wang (dir.) Crédito: Angle Health

Ty Wang, CEO da Angle Health, diz que na startup eles têm uma visão ambiciosa para unificar o sistema fragmentado de benefícios de saúde que, segundo ele, hoje limita severamente o acesso e a disponibilidade de serviços de saúde modernos como telemedicina, saúde comportamental digital e gerenciamento de doenças crônicas. “Da mesma forma que as ferramentas de navegação e de compartilhamento de dados eliminaram a necessidade de ler mapas e sinais de rua para atravessar o mundo físico, a Angle Health está eliminando a necessidade de os membros navegarem as complexidades do sistema de saúde por conta própria, e capacitando os membros a obterem cuidados sem quebrar o banco.”

Para Victoria Cheng, sócia da investidora PruVen Capital, a Angle Health é uma completa mudança de paradigma em relação ao seguro de saúde tradicional. “Eles trazem uma abordagem sofisticada e personalizável do plano de saúde para as PMEs e empregadores de médio porte de uma forma que nunca foi feita antes. Sua infra-estrutura de dados de base permite experiências digitais superiores do cliente com maior transparência e atendimento ao paciente que incorpora os melhores provedores de saúde digitais de terceiros.”

Campeonato de Inovação: Zurich abre inscrições para insurtechs do mundo todo

Hub de Inovação da Zurich
  • A Zurich lançou a quarta edição de sua competição global: o Campeonato de Inovação da Zurich
  • As startups podem se inscrever até 27 de fevereiro em cinco categorias com potencial para mudar o futuro dos seguros
  • As 3 primeiras edições resultaram em 30 colaborações ainda em curso no mundo todo

A Zurich abriu inscrições para seu Campeonato de Inovação, a maior competição de startups no setor de seguros. Mais uma vez a gigante dos seguros suíça convida startups a competirem pela oportunidade de colaborar em soluções personalizadas para as necessidades do consumidor e da indústria de seguros.

Ericson Chan, Group Chief Information & Digital Officer da Zurich
Crédito: Divulgação/ Zurich

“O Campeonato de Inovação fomenta uma nova forma de pensar e nos permite ter acesso a ideias e soluções que talvez não tivéssemos sozinhos”, disse Ericson Chan, Group Chief Information & Digital Officer da Zurich. “Para os participantes, é uma oportunidade de desenvolver seu negócio e apresentar soluções tecnológicas que ajudem a atender as necessidades emergentes e em evolução dos clientes.”

As startups podem se inscrever em uma das cinco categorias:

  • Experiência do cliente
  • Seguro comercial
  • Parcerias de distribuição
  • Capacitação digital
  • Sustentabilidade

De acordo com Paolo Montero, Group Chief Strategy Officer da Zurich, campeonatos anteriores mostraram que o maior valor vem de startups com ideias que alteram partes individuais da cadeia de valor, ou facilitadores, e não com desafiantes que buscam romper com a indústria toda. “Nosso objetivo é colaborar e reunir o melhor do que nós e as startups têm a oferecer. É aqui que a inovação pode fazer uma verdadeira diferença.”

O Campeonato e os desafios de 2023

Lançado pela primeira vez em 2018, o Campeonato já recebeu mais de 4.500 inscrições e, no momento, a Zurich trabalha em colaboração com 30 das startups participantes. Para 2023, os desafios a serem resolvidos são:

  • Experiência do consumidor: Como a Zurich poderia oferecer aos clientes soluções e experiências tão sofisticadas e personalizadas quanto as melhores da categoria?
  • Seguro comercial: Como a Zurich poderia oferecer soluções inovadoras e personalizadas de seguros e serviços de risco à medida que os riscos evoluem, além de assegurar a confiança de seus clientes?
  • Parcerias de distribuição: Como a Zurich poderia elevar suas parcerias e atrair novos parceiros de distribuição e ecossistemas para atender às mudanças nas necessidades de seus clientes?
  • Capacitação digital: Como a Zurich poderia utilizar a tecnologia para alcançar maior agilidade e eficiência e sustentar a experiência certa dos clientes e funcionários?
  • Sustentabilidade: Como a Zurich poderia ajudar a sociedade na transição para um mundo mais sustentável do ponto de vista ambiental, social e econômico?

Neste ano, o campeonato terá duração de janeiro a dezembro. Dez membros da equipe de liderança global da Zurich escolherão de duas a três iniciativas vencedoras por categoria até o final de abril.

Segundo a Zurich, na fase aceleradora, que deve durar quatro meses (de maio a setembro), cada participante escolhida deve receber um financiamento do projeto de até US$ 100 mil. Além disso, devem contar com a orientação de líderes e especialistas externos da Zurich. A ideia é que até dezembro as iniciativas comprovadas tenham se iniciado, trazendo à vida a proposta em conjunto.

Unifiedpost e Munich Re se unem para oferecer financiamento flexível para PMEs alemãs

O Grupo Unifiedpost (Euronext: UPG) (Unifiedpost, o Grupo ou a Empresa) anunciou uma parceria estratégica com a Munich Re, atuando através da Talaria One DAC, para fornecer financiamento de faturas aos usuários da Banqup, plataforma para PME da Unifiedpost.

A Unifiedpost, líder de mercado em soluções de faturamento eletrônico, e a Munich Re — um dos principais fornecedores mundiais de resseguros, seguros primários e soluções de riscos relacionados a seguros — atuarão através da Talaria One DAC, com sede na Irlanda, para criar uma funcionalidade integrada na Banqup, plataforma de PME da Unifiedpost. Isto permite que os usuários recebam suas faturas pendentes pagas imediatamente e, desta forma, libere liquidez para a PME.

Como a experiência em seguros e a capacidade financeira da Munich Re são combinadas com a tecnologia e a base de clientes do Unifiedpost, as sinergias para esta parceria são significativas. O primeiro lançamento será feito na Alemanha com a ambição a curto prazo de expandir a funcionalidade para vários países onde a Unifiedpost está operando.

A Unifiedpost e a Talaria One DAC assinaram o acordo de cooperação em 24 de janeiro de 2023 e planejam dar início à integração no segundo trimestre de 2023.

Hans Leybaert, CEO e fundador do Unifiedpost, comentou sobre esta parceria estratégica e disse que muitas vezes esse tipo de solução de faturamento em dinheiro não são acessíveis às PMEs. Estas costumam experimentar ainda mais limitações de capitais de giro que as médias e grandes empresas. “Estamos orgulhosos de fechar essa parceria com a Talaria One DAC“, disse Leybaert. “Nossos pontos fortes e valores comuns se complementam e formam a base para uma cooperação bem-sucedida.”

Hans Leybaert, CEO da Unifiedpost, (esquerda) e Laurent Marcelis, CFO, comemorando IPO em 2020. Foto: Twitter @Euronext_be

Andreas Moser, Chefe da Embedded Trade Finance Solutions na Munich Re disse que considerando estes tempos desafiadores, as pequenas e médias empresas atualmente demandam soluções de financiamento flexíveis e segurança financeira. “Nossa solução de faturamento em dinheiro faz tanto pelo aumento da liquidez quanto pela proteção das empresas contra o não pagamento de faturas“, disse Moser. “Acreditamos que a maneira mais amigável de oferecer tal solução é incorporá-la às plataformas existentes utilizadas pelas pequenas e médias empresas.”

Moser ainda disse que hoje a Unifiedpost já conecta um número muito grande de pequenas e médias empresas em toda a Europa com seus clientes e fornecedores. “Portanto, é um parceiro ideal para uma integração perfeita de nossa solução de faturamento em dinheiro”.”

Sprout.ai fecha parceria tecnológica com seguradora de saúde AdvanceCare

A Insurtech Sprout.ai, do Reino Unido, fez uma parceria com a seguradora de saúde portuguesa AdvanceCare para acelerar o processamento de reclamações através de tecnologias de automação de próxima geração

A Sprout.ai, insurtech do Reino Unido focada em solução tecnológica de automação de sinistros ponta a ponta, fez uma parceria tecnológica com a portuguesa AdvanceCare como parte de uma estratégia para acelerar o processamento de seus sinistros.

A Sprout.ai trabalha em parceria com uma série de grandes seguradoras — incluindo a Zurich UK e AdvanceCare — fornecendo produtos inovadores de IA e dados para automatizar o processo de reclamações para os clientes.

Parceria segue um piloto de sucesso

De acordo com relatórios, após um piloto bem-sucedido, que permitiu à AdvanceCare reduzir o tempo de resposta ao sinistro para um tempo quase real, a Sprout.ai e a AdvanceCare concordaram em assinar um contrato para implementar a tecnologia da Sprout.ai.

A parceria utiliza a tecnologia da Sprout.ai, para ajudar a AdvanceCare a ter acesso a uma automatização completa de reclamações de ponta a ponta, alavancando as capacidades do produto para extrair dados relevantes das faturas de assistência médica da AdvanceCare para indexar as reclamações.

Como parte do projeto-piloto, a Sprout.ai analisou uma amostra significativa de faturas de assistência médica em uma série de categorias de faturas, incluindo hospital, dentária, farmacêutica, trabalhadores independentes e óptica. Os resultados do piloto mostraram altos níveis de precisão nos campos coletados em todas as categorias.

A Sprout.ai trabalha em parceria com seguradoras de primeira linha, construindo produtos inovadores de IA e dados para automatizar o processo de reclamações para os clientes. Sua tecnologia promete proporcionar decisões instantâneas sobre reclamações, com precisão de alto nível, permitindo uma experiência sem fricções em matéria de reclamações e impulsionando uma alta retenção de clientes com maior eficiência. A tecnologia pode ler o conteúdo das apólices de seguro individuais para analisar a cobertura e as condições e, em seguida, combinar e liquidar o sinistro.

Estratégia de escalonamento

Através de sua parceria com a Sprout.ai, a AdvanceCare será capaz de ampliar seus negócios servindo mais clientes, mantendo ao mesmo tempo uma experiência excepcional para lidar com reclamações. A parceria também permite que a AdvanceCare melhore seu processo de tratamento de reclamações, reduzindo o tempo de tratamento ao classificar as informações disponíveis nas faturas. O uso da tecnologia AI da Sprout.ai propõe aumentar a capacidade de trabalho e reduzir o volume de trabalho por membro da equipe.

Sergio Melro, COO da AdvanceCare

Falando sobre a parceria, o CEO da Sprout.ai, Roi Amir, disse: “Estamos muito felizes em ser parceiros da AdvanceCare, uma das maiores plataformas de seguros de saúde em Portugal”. O uso de IA no processo de indexação permitirá que a equipe AdvanceCare gerencie as reclamações de forma mais rápida e eficiente, melhorando a experiência do cliente. “É um ganho para todos e estamos felizes em fazer parte desta mudança positiva”.

Sergio Melro, COO da AdvanceCare acrescentou: “A AdvanceCare está continuamente procurando maneiras inovadoras de melhorar a experiência de sinistros de seguros. Selecionamos a Sprout.ai como nosso parceiro, pois demonstraram que sua tecnologia e abordagem podem nos dar um passo à frente em nossa jornada de digitalização e eficiência”.

Coverdash mira pequenos empresários e arrecada US$ 2,5 mi em seed round

Crédito: Coverdash/ Equipe de líderes da Coverdash, da esquerda para a direita, David Vainer, Ralph Betesh e Avery Rubin.

A startup de seguros Coverdash anunciou seu lançamento oficial e o fechamento de uma seed round de US$ 2,5 milhões (R$ 13 milhões) liderada pela Bling Capital, com participação da AXIS Digital Ventures, Tokio Marine Future Fund (em afiliação com o World Innovation Lab), Expansion VC, Cameron Ventures, e vários investidores-anjo.

Fundada em 2022 e sediada em Nova York, a Coverdash tem como alvo os freelancers, comerciantes de comércio eletrônico e outros proprietários de pequenas empresas com uma variedade de coberturas, incluindo worker’s comp (um tipo de compensação para trabalhadores em caso de lesão no trabalho), BOP (Business Owner Policy, tipo de apólice que combina cobertura de propriedade e responsabilidade em um único pacote), responsabilidade geral, responsabilidade profissional e cibernética.

A startup diz que sua experiência em seguros digitais permite aos empresários citar, vincular, pagar e gerenciar ativamente apólices de seguro em questão de segundos. Além disso, a Coverdash também tem uma proposta de seguro incorporada.

“O Insurtech 2.0 está aqui, marcando a próxima fase da revolução fintech incorporada. Criamos uma experiência transacional sem atritos que não é vista no cenário dos seguros”, diz Ralph Betesh, co-fundador e CEO da Coverdash. “Nossa missão é capacitar os parceiros com essas competências e, finalmente, ajudar a tornar o seguro simples e acessível para empresários em todo o país.”

“O desenvolvimento e a adoção de APIs de seguros comerciais na indústria seguradora atingiu um ponto crítico, permitindo que empresas inovadoras tenham a oportunidade de impulsionar um crescimento e transformação verdadeiros”, diz Ben Ling, fundador e sócio da Bling Capital. “Vemos a Coverdash como o futuro do seguro comercial e da distribuição integrada. Estamos entusiasmados em estar ao lado da equipe e apoiá-los à medida que avançam nesta jornada.”

Peppercorn lança assistente de atendimento com Inteligência Artificial

A Peppercorn lançou um assistente de conversação orientado por Inteligência Artificial para ajudar a melhorar a experiência de compra de seguros para seus clientes.

A empresa, fundada por Nigel Lombard, focará inicialmente no seguro automóvel com planos de expansão para outras linhas de produtos no futuro. A assistente por IA elimina a necessidade de o cliente preencher formulários manuais e ficar em espera para ser atendido por um agente.

A tecnologia elimina a necessidade de um call center físico e – juntamente com a tecnologia anti-fraude da empresa e os processos de decisão pré-contratação – colabora para que a Peppercorn reduza suas despesas e custos operacionais.

A insurtech, que levantou £ 1,8 milhões (R$ 11.5 milhões) num investimento inicial em abril do ano passado, emprega uma equipe de engenheiros totalmente remotos, desenvolvedores, cientistas de dados e especialistas em experiência do cliente que estão sediados em todo o Reino Unido.

Nigel Lombard, CEO e fundador da Peppercorn, disse que o modelo tradicional de seguro está quebrado. “Os altos custos operacionais e práticas comerciais ultrapassadas, como o preenchimento de formulários manuais e deixar os clientes em espera no telefone, resultam em uma experiência frustrante para o usuário, onde o cliente acaba pagando muito mais do que deveria pelo seguro. Estamos aqui para mudar isso.”

A startup de seguros acaba de ser lançada na Confused.com. Lombard explica que a equipe da Peppercorn tem uma mistura dinâmica de seguro e especialização tecnológica e tem trabalhado duro para construir uma experiência e serviço únicos. Lançar um produto de qualidade em um site líder na comparação de preços em tão curto espaço de tempo é uma prova do compromisso da equipe com a transformação da indústria de seguros.

“Este é um marco significativo para nós e estamos apenas começando. Nossa empresa está empenhada em aperfeiçoar e desenvolver a plataforma da Peppercorn, capacitando nossos clientes e melhorando sua experiência, uma conversa de cada vez”. Numa época em que poupar dinheiro está no topo da cabeça de todos, a Peppercorn mostrará como a tecnologia inteligente pode resultar em preços mais justos para os consumidores. E a resposta que já estamos recebendo de nossos clientes sugere que eles também concordam.”

Insurtech iLife Technologies recebe aporte de $17 milhões

A insurtech de seguros de vida iLife Technologies acaba de levantar US$ 17 milhões (R$ 88,7 milhões) em uma rodada de investimentos Série A. A rodada incluiu como investidores a Foundation Capital, Brewer Lane Ventures e a SCOR Ventures. Fundada em 2019, até o momento a empresa já arrecadou US$ 21 milhões (R$ 109,6 milhões).

A iLife Technologies é uma plataforma de software que oferece aos agentes e corretores de seguros a capacidade de criar agências de seguros digitais.

Quando contrata o SaaS da iLife, o corretor ou agente tem à disposição uma plataforma de cotação de planos para oferecer aos clientes. Assim, o próprio cliente pode comparar planos e encontrar as melhores apólices, e então contar com seu corretor para revisar a opção e ajudá-lo a fazer a melhor escolha.

O iLife já recrutou mais de 11.000 agentes, que pagam uma taxa mensal pelo acesso à sua plataforma SaaS, e está se expandindo para vendas empresariais para “grandes agências e transportadoras de seguros”.

Com informações de Coverager, Fintech Global e Los Angeles Business Journal